26.2.08

Eustáquio.

Você está sozinho e é noite.



O temido encontro entre você e a pessoa que você encontra no espelho todas as manhãs. Você ouve música pra desconversar, um pretexto, uma desculpa, como quem fala sobre as variações metereológicas..



Não adianta.



Você tenta ler alguma coisa, se distrair. Liga a TV, de repente, pode ser que hoje passe o espisódio da série que você perdeu..



É tudo em vão.



Você entra na internet. Orkut, youtube, MSN e todos os links que tinha ficado de visitar. Nada é capaz de chamar a sua atenção ali. A grande rede que te conecta com o mundo todo não te satifaz. Você está fugindo, o problema é que o perseguidor está na sua cola.



Não há como escapar.



É aí que você senta. Cede, enfim. Lutou pra evitar esse momento inadiável, porque como você já esperava, ia doer. E é claro, você instintivamente evita a dor. Mas, instintivamente também você luta pra sobreviver. Já não era mais possível continuar assim.



Vocês discutem a relação.

Você aponta cada um dos problemas que estão ali. E são tantos..

Você se pergunta quando foi que abriu a porta para que eles entrassem.

Você derrama lágrimas, e excepcionalmente hoje elas não parecem vãs.

Então, hoje, você finalmente deixa que sua pele de dragão seja arrancada. Dolorosamente arrancada. As garras afiadas dilaceram a grossa crosta que lhe cobria. E, é aí que finalmente você se vê livre dela.

Livre.
Aliviado.
Curado.
Bonito.







7 comentários:

Rafael disse...

Eu to na net, mas tudo o que eu tinha pra ver ja foi visto. nao tem mais nem com quem falar no msn. e eu fico nessa angustia, procurando algo que me faça não pensar nas coisas que eu insisto em pensar. ai eu pensei: vou postar, transformar minha angustia em palavras, e bota-las pra fora, pra ver se assim eu desencano dela um pouco. mas antes, vou passar no blog de rafaele, pra ver se ela postou.

ai eu descobri que voce postou, e postou por mim. eu poderia dizer melhor o que to sentindo do que voce disse, mas acho que o que voce disse foi o suficiente...

o maior problema é que eu nao acredito que um dia eu vou me sentir assim:

Livre.
Aliviado.
Curado.
Bonito.

voce lembra de quando eu disse que estava perdendo o auto-controle? ainda ta acontecendo...
tenho dormido mal que só por causa disso. por nao ter em o que acreditar.

voce postou por mim, e disse em palavras o que eu queria dizer.

obrigado.

Nadine disse...

Eu nem posso fugir tanto assim, prolongar tanto esse encontro, porque não tenho net em casa,nem tv ^^

nenhuma lágrima é derramada em vão, há sempre um motivo...

Lua disse...

Ufa.

Mas é tão difícil se sentir assim:
Livre.
Aliviado.
Curado.
Bonito.

Quem sabe um dia?

Igor Chacon disse...

.diferente de zé, eu adoro parágrafos só com uma frase!

Uma pessoa Angélica disse...

.diferente de zé, eu adoro parágrafos só com uma frase![2]

eu adiei tanto, mas enfim cedi.

Traduziu ein?

xD

Everton X. disse...

Errr...

pq tem dias q a gente não se sente bem, hein?!
e pior eh quando a gente não sab pq! uhuahauahauhaua


adorei o texto!
traduz muito bem o ser humano em uma das suas fases!

Ingrid disse...

Texto bonito.
At� deu vontade de voltar a ter um caderno de anota�es.

�, eu parei de escrever...

=*