18.10.10

.sobe?.

No elegante elevador revestido de granito e mármore, com um carpete no piso e espelho no fundo, a sua tranquilidade acompanhada pela bossa nova instrumental não se abala. Os botões sensíveis ao toque e o visor digital mostram o suave ascender pelos andares.
Do lado de fora da luxuosa cabine, porém, há uma realidade desconhecida. Os cabos enferrujados produzem estalidos e balançam perigosamente. A falta de revisão comprometeu a casa de máquinas e a estabilidade do engenhoso transporte está-literalmente-por um fio.

Não é a apresentação- por mais adorável que ela seja- que importa. Investir nela não resolve os problemas da estrutura. No fim das contas, eu quero estar a salvo com um sistema que funcione.

_______________________________________________________________

"Mas todos nós somos como o leproso, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam."Isaías 64:6

2 comentários:

NilsondeBarros disse...

Boa consideração, muito bem sincronizada.

Gostei do Blog.

Por vezes eu também escrevo no meu:

http://nilsondebarros.wordpress.com/

Deus abençoe sua vida.

Paz.

Rayssa Soares disse...

poxa, Rafaelê!

esse texto.. esse texto..

me roubou as palavras.